Ultimas Atualizações

09 agosto 2017

Cocobolo - Contos Peculiares (Ranson Riggs) - 1 Conto por dia #05











Na China Antiga, o famoso explorador marítimo, Liu Zhi, traçava não só o seu destino, mas também o de seu filho caçula, Zheng, que o idolatrava. Depois de muitas aventuras, Liu Zhi, saiu em uma expedição para encontrar a Ilha Cocobolo, que segundo as lendas, rubis cresciam em árvores e ouro líquido se acumulava em grandes lagos. E foi quando Zheng era ainda criança, que Liu Zhi partiu e nunca mais retornou.
Zheng acabou descobrindo com o tempo que seu pai não era o herói que todos achavam. Que na verdade a maioria das pessoas o acha louco. Sua mãe mesmo achava isso. Por esse motivo Zheng tentava ser o mais diferente de seu pai possível. Já adulto, se tornou um comerciante, e administrava uma frota de navios mercantes. Não se arriscava. Casou-se com a sobrinha neta do imperador, e vivia sua vida. Mas as comparação com o pai não paravam de vir. A família e conhecidos comentavam, sobre a aparência e sobre o jeito de andar e falar. Incomodado, tentou agir mais como seu irmã mais velho.
Mas foi aos 30 anos que as coisas começaram a mudar. Zheng começou a ter sonhos perturbadores com seu pai, pedindo para que ele fosse encontrá-lo. Ele afastava todos os pensamentos que podia sobre seu pai, e os sonhos, mas eles começaram a vir. Até conseguiu um elixir para barras os sonhos, e por um tempo funcionaram. Mas em um dia, nem o elixir foi eficiente para barrar um sonho estranho, cercado de grama. Zheng acordou assustado e ao sentir uma coceira nos pés, pode ver que neles cresciam grama, e logo, em suas axilas, começaram a crescer algas marinhas, e de seus poros, sair areia. Não entendi o que estava acontecendo, mas começou a entender onde encontrar as respostas.

Esse foi mais um conto que adorei.
Fui surpreendida por uma peculiaridade nova, diferente e incrível.
O autor descreve a descoberta do dom peculiar da personagem principal e as respostas para esse fenômeno, de um jeito que nos prende ao conto do começo ao fim.
Por ser um conto mais longo do que os anteriores, ele consegue descrever melhor as paisagens, acontecimentos e desenvolve melhor as personagens.
A moral da história também é bem bonita.

15 comentários:

  1. Ótimo comentário. Deve ser muito legal ter contato com essas peculiaridades através dos contos. Gostei, adoro contos descritivos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda,
      Sim, os contos nos trazem novas peculiaridades, e de um jeito bem diferente.
      Beijos

      Excluir
  2. Esse livro não tem ligação com a serie? são contos independentes? da para ler separado?

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ariane,
      Você pode ler separado sim, sem nenhum problema. Cada conto é independente e dentro de cada um é explicado o dom das personagens. A leitura é mais completa quando você já leu a série e entende as referencias dos contos. Mas esse conto por exemplo, não tem nenhuma referencia. Então pode ler sim sem acompanhar a série.
      Beijos

      Excluir
  3. Esses contos parecem ser muito interessantes.. É o segundo que leio resenha e curti os dois...
    Fiquei realmente curiosa em saber o desfecho =]

    ResponderExcluir
  4. Oi, Giully!

    Eu gosto muito de ler contos, aliás, eu tenho até me aventurado em escrever alguns, ainda estou treinando, mas eu tenho realmente predileção por esse gênero e o das crônicas, que acho que é bem aproximado ao conto. Esse que você relatou é bem interessante. Eu já vi o livro dos Contos Peculiares sendo muito bem criticado, de forma positiva. Ainda não posso tê-lo, mas logo que puder acredito que vá ser uma ótima aquisição!
    Grande abraço,
    Drica.

    ResponderExcluir
  5. Adoro acompanhar sua opinião sobre os contos peculiares! É um livro que desejo muito! Adorei a opinião.

    ResponderExcluir
  6. Só li o primeiro livro da série até o momento, mas desde que vi que teriam os contos fiquei bem curiosa... É bom ler resenhas e saber que eles são realmente bons!

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li esse livro.
    Vou esperar concluir a trilogia para iniciar a leitura.
    Curti conhecer o conto através de sua resenha!

    Beijinhos

    #Ana Souza
    https://literakaos.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Olá! Tenho esse livro, já passei a vista em algumas páginas mas quero parar com calma para ler cada um. Que legal, um conto por dia. Amo essa coleção. Com certeza, vale super a pena conferir. super bjo

    ResponderExcluir
  9. Oi, Giully, tudo bom?
    Eu acabei de ler a trilogia d'o Lar da Srta Peregrine para Crianças Peculiares recentemente, então esse livro está obrigatoriamente na lista e pretendo lê-lo em breve. Eu não sabia ao certo sobre o que eram os contos, a não ser o que estão presentes nos outros livros, mas gostei bastante da história desse. Espero ler em breve e gostar bastante da leitura assim como você gostou desse conto!

    Abraços,
    http://claqueteliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oii
    Quero, mas ainda não li o livro das crianças peculiares. Quando me deparei com seu post fiquei assim... isso faz parte daquela história? Já que de tão ligada que estou nem o nome do autor do livro eu sabia, rs
    Acho muito legal quando os autores expandem suas histórias de uma forma a não ficar cansativo. Se eu vier a fazer a leitura da trilogia, vou querer incluir este livro também. =)

    Vícios e Literatura

    ResponderExcluir
  11. Oi Giully.

    Mais um conto que me deixou encantada. O livro já está na lista de desejados. Parabéns pela resenha.

    Bjos

    ResponderExcluir
  12. Nem acabei de ler a série e já estou ansiosa pra conhecer esses contos. Que capa linda!
    Colocando-o na minha lista de desejados.
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  13. Olá, tudo bem? Adorei essa forma de trazer a resenha diferente, nos mostrando um conto por vez. Gostei do conto e com certeza estou curiosa. Confesso que primeiro quero ler a trilogia, que ainda não tive oportunidade de ler, mas espero mudar em breve.
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir